Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4341
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Estudo do comportamento de uma pluma de hidrocarbonetos sob remediação em uma área urbana costeira
Autor(es)/Inventor(es): Macedo, Katia Litiere Fontoura
Orientador: Silva Júnior, Gerson Cardoso da
Coorientador: Fabianovicz, Rosemari
Resumo: Atualmente, uma das maiores preocupações relacionadas à contaminação ambiental em áreas urbanas está ligada aos vazamentos de hidrocarbonetos como gasolina e óleo diesel em postos de combustíveis. Estes são formados por compostos como PAH’s e BTEX que, acima de determinadas concentrações, são nocivos ao meio ambiente e aos seres humanos. Ao ocorrerem derramamentos, os combustíveis tendem a percolar a zona não saturada do solo, sendo que parte permanece no solo como fase residual e parte continua fluindo até chegar à zona saturada, onde poderá se apresentar como fase livre e fase dissolvida. Os hidrocarbonetos leves podem volatilizar-se e compor a fase de vapor que fica entre os grãos do solo não saturado. Existem diversos métodos para a remediação de áreas nessa situação. Este trabalho relata um estudo em que foram utilizados os sistemas Pump & Treat durante 15 meses e, posteriormente, durante 6 meses, o sistema multi phase extraction (MPE) para um determinado site no estado do Rio de Janeiro. Nesse estudo, foram realizados monitoramentos do lençol freático local e da fase livre, e campanhas de amostragem das águas nos poços do empreendimento para a avaliação do comportamento da pluma de contaminante dissolvido. Verificou-se que o sistema Pump & Treat é razoavelmente útil para a remoção de fase livre no início da remediação, mas não é eficaz para a redução do tamanho da pluma de fase dissolvida e tampouco funciona de modo eficiente em longo prazo. O sistema MPE é mais completo, podendo fazer o tratamento de fase livre e dissolvida na parte saturada do solo e fase residual e fase vapor na zona vadosa (solo não saturado). Não foi possível observar nenhuma correlação entre o comportamento do aqüífero e o efeito de marés, porém há uma resposta nítida do sistema à precipitação pluviométrica.
Palavras-chave: Hidrocarbonetos
Remediação
Contaminação ambiental
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Fev-2007
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4341
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MACEDO, K.L.F.pdf3,96 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.