Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4517
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Dosagem de metais em sedimentos da Bacia do Rio São João no Estado do Rio de Janeiro
Autor(es)/Inventor(es): Paixão, Priscilla Velasco da
Orientador: Takase, Iracema
Coorientador: Stapelfeldt, Danielle Marques de Araujo
Resumo: A Bacia Hidrográfica do Rio São João é um dos principais cursos d’água do Estado do Rio de Janeiro abrangendo oito municípios da Região dos Lagos e arredores. O rio São João e seus afluentes vêm sofrendo a ação destrutiva de seus recursos naturais ao longo dos anos, com a exploração de madeira e com a ocupação populacional desordenada em suas margens, através da expansão da agricultura, da pecuária e de loteamentos sem infraestrutura de saneamento básico. Na década de 70, a Bacia do Rio São João foi alvo de diversas obras pelo extinto Departamento Nacional de Obras e Saneamento – DNOS, com a construção de várias valas de drenagem, mudança de curso dos rios e construção da barragem e da represa de Juturnaíba. Atualmente a represa é responsável pelo abastecimento domiciliar e industrial na Região dos Lagos. Este trabalho visou obter maiores informações sobre a qualidade dos sedimentos da respectiva Bacia. Para esta avaliação foram definidos 10 pontos (numerados de 1 a 10) de amostragem ao longo do rio, à jusante da represa de Juturnaíba. Foram realizadas três campanhas de medição no período do outono e da primavera. Para a determinação dos metais foi utilizado à técnica de ICP-OES, os elementos foram Alumínio, Arsênio, Cádmio, Chumbo, Cobre, Cromo, Manganês, Níquel e Zinco. Com base nos valores-guia de qualidade de sedimento do Protocolo Canadense de 2002, constatou-se elevados níveis de metais nas amostras. Sendo eles: na 1ª coleta, Cádmio nos pontos 1, 2, 3, 4, 6 e 7, Cobre nos pontos 1 e 4 e Zinco no ponto 1; na 2ª coleta, Cádmio nos pontos 3, 4, 5 e 6; e na 3ª coleta, Cromo no ponto 2. Diante destes dados torna-se evidente a necessidade de um monitoramento periódico para a preservação da qualidade da água para a saúde humana e o meio ambiente.
Palavras-chave: Metais pesados
Sedimentologia
Águas fluviais
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Departamento: Instituto de Química
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Ago-2013
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4517
Aparece nas coleções:Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Trabalho de conclusão de curso-min.pdf1,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.