Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4587
Tipo: Tese
Título: Astrometria, efemérides e ocultações estelares de satélites irregulares e corpos do sistema solar exterior
Autor(es)/Inventor(es): Gomes Júnior, Altair Ramos
Orientador: Assafin, Marcelo
Resumo: O estudo de corpos do Sistema Solar exterior como objetos trans-Netunianos (TNOs), Centauros e Satélites Irregulares (remanescentes relativamente inalterados da formação do Sistema Solar) nos ajudam a compreender a formação e evolução do Sistema Solar. Poucas foram as sondas enviadas para explorar essas regiões e muito do ainda relativamente pouco conhecimento sobre seus constituintes foram adquiridos a partir de observações de solo e de telescópios espaciais. Atualmente, é aceito que TNOs e Centauros tenham sido formados nas partes mais internas do Sistema Solar e que parte dessa população tenha sido capturada pelos planetas gigantes durante a migração planetária, dando origem aos seus satélites irregulares. Resta saber quando e como. Para ajudar a responder essas perguntas é necessário caracterizar seus parâmetros físicos. Um dos métodos mais robustos para caracterizar tamanho, forma, densidade, atmosfera, anéis, etc, é a ocultação estelar. Este trabalho apresenta a análise de duas ocultações por Cere,o trabalho de ocultações por TNOs e Centauros desenvolvido pelo nosso grupo em colaboração com pesquisadores internacionais, a astrometria, produção de efemérides e predição de ocultações por satélites irregulares, a primeira ocultação por satélite irregular (Febe) já observada, a astrometria do sistema Netuno-Tritão e os trabalhos de predição da recente e bem sucedida ocultação estelar de Tritão em 05 de Outubro de 2017. Além disso, durante o doutorado sanduíche no Observatoire de Paris, foi desenvolvido, sob a supervisão do Dr. Valéry Lainey, um código independente de integração numérica das órbitas de satélites planetários voltado para geração de efemérides. Esse código permite uma maior independência do grupo, uma vez que atualmente ele só é desenvolvido por grupos americanos e franceses. Todas as etapas de uma ocultação estelar foram trabalhadas: observação dos objetos, astrometria, modelagem numérica das órbitas, predição de ocultações, atualização de predição, observação de ocultações, análise fotométrica das curvas de luz e ajuste dos instantes de imersão e emersão à forma do objeto, incluindo modelos 3D numéricos disponíveis na literatura. Esse conjunto prepara o terreno para uma grande campanha de ocultações por satélites irregulares de Saturno prevista para 2018 e de Júpiter para 2019-2020, período no qual estes planetas atravessam o plano da Galáxia em sua trajetória aparente no céu.
Resumo : The study of outer Solar System bodies like trans-Neptunian objects (TNOs), Centaurs and Irregular Satellites (relatively unaltered remnants from the early Solar System) helps us to understand the formation and evolution of the Solar System. Only a few spacecrafts were sent to explore these regions and much of the still relatively small knowledge about their characteristics were acquired from ground-based observations and from space telescopes. Nowadays, it’s accepted that TNOs and Centaurs have been formed at a inner region of the Solar System and that part of this population was captured by the giant planets during the planetary migration, originating their irregular satellites. What is left to know is how and when. In order to help answering these questions it is necessary to characterize their physical parameters. One of the best techniques to characterize size, shape, density, atmosphere, rings, etc, it is the stellar occultation technique. This work presents the analysis of two stellar occultations by Ceres, the work on stellar occultations by TNOs and Centaurs developed by our group in collaboration with foreign researchers, the astrometry, ephemeris production and stellar occultation prediction by irregular satellites, the first stellar occultation by an irregular satellite (Phoebe) ever observed, the astrometry of the Neptune- Triton system and the prediction work of the recent successfully stellar occultation by Triton at October 05, 2017. During an 1-year stay at the Observatoire de Paris during my PhD, I developed, under the supervision of Dr. Valéry Lainey, an independent code of numerical integration of orbits of planetary satellites intended to ephemeris generation. This code allows our group to be more independent, because nowadays this is developed only by french and american groups. All of the phases of a stellar occultation were studied: observations of objects, astrometry, numerical modeling of orbits, stellar occultation predictions, prediction updates, observations of occultation, photometric analysis of light curves and fit of the immersion and emersion instants to the shape of objects, including 3D numerical models available in the literature. All these steps prepare us for the big campaign of stellar occultations by irregular satellites of Saturn predicted for 2018 and of Jupiter predicted for 2019-2020, when these planets will cross the apparent Galatic plane on sky.
Palavras-chave: Astrometria
Efemérides astronômicas
Satélites
Sistema solar
Júpiter
Saturno
Ocultações (Astronomia)
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::ASTRONOMIA
Programa: Programa de Pós-Graduação em Astronomia
Departamento: Observatório do Valongo
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 19-Fev-2018
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4587
Aparece nas coleções:Astronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
864699.pdf3,3 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.