Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4750
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Análise preliminar da distribuição de ânions e parâmetros físico-químicos em microbacias de águas fluviais do estado do Rio de Janeiro
Autor(es)/Inventor(es): Souza, Fernando David de
Orientador: Almeida, Cícera Neysi de
Coorientador: Silva Júnior, Gerson Cardoso da
Resumo: O presente trabalho objetiva caracterizar as águas fluviais do Estado do Rio de Janeiro, visando à obtenção de um panorama da qualidade química e dos parâmetros físico-químicos desses corpos hídricos. Para a caracterização foram analisados os parâmetros físico-químicos pH, temperatura, condutividade elétrica (CE) e oxigênio dissolvido (OD), medidos in situ no instante da coleta de água, e as concentrações dos ânions cloreto, brometo, fluoreto, fosfato, nitrato, nitrito e sulfato medidos por cromatografia iônica, cedidos pela CPRM, e a razão rCl/rBr. Foram amostrados 78 pontos em diferentes rios de bacias e microbacias do estado e buscou-se observar a distribuição desses valores através de gráficos, diagramas e mapas de teoresteoresteores, que junto com as informações observadas em campo permitiram obter um panorama da qualidade química das águas fluviais do estado. Os dados analíticos, os rios e bacias hidrográficas foram espacializados utilizando o software ArcGis 9.3 ESRI. A delimitação das bacias hidrográficas e rios foi realizada com o software e as informações extraídas automaticamente a partir de imagens de satélite. Os resultados mostram que na maioria dos rios amostrados as concentrações dos valores estão dentro dos limites estabelecidos pela resolução 357/05 do CONAMA para águas doces, incluindo os valores de pH, que ficaram entre 6 e 9. Os limites extrapolados foram detectados para valores de cloreto (duas ocorrências), sulfato, nitrato e nitrito (uma ocorrência cada) e fosfato (quinze ocorrências). O rio São João foi o único com concentração de nitrito acima do estabelecido pela resolução 357/05 do CONAMA e foi associado a fontes antrópicas relacionadas a atividades agropecuárias na região. A distribuição de altas concentrações de cloreto, brometo, sulfato e condutividade elétrica nos rios situados na região litorânea, onde também foram identificadas razões rCl/rBr acima da media estabelecida para água do mar, foram associados à interação entre o ambiente fluvial costeiro com o ambiente marinho mais salino. Os altos valores de nitrato, fosfato e fluoreto foram identificados na região do médio Paraíba do Sul, sendo associados a fontes não naturais, onde foram identificados despejo de esgotos e lixo nas margens.
Palavras-chave: Hidroquímica
Ânions
Águas fluviais
Rio de Janeiro
Geoquímica ambiental
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Fev-2012
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4750
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SOUZA, F.D.pdf4,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.