Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4810
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Conflito distributivo e inflação: uma análise da experiência brasileira no período 1961-67
Autor(es)/Inventor(es): Rosa, Samantha Escaleira Egypto
Orientador: Bastian, Eduardo Figueiredo
Resumo: Análise da aceleração inflacionária vista no Brasil da década de 1960, especificamente no período de 1961 – 67, ao acirramento dos conflitos sociais acerca da distribuição funcional da renda, isto é, distribuição da renda entre salários e lucros, através da metodologia de Marie (2010) e de um modelo de inflação por conflito distributivo de inspiração Kaleckiana, apresentado por Bastian e Setterfield (2015). No caso, pretende-se mostrar que a aceleração da inflação vivida pelo Brasil de 1961 – 64 e sua posterior queda, a partir de 1965, podem ser explicadas majoritariamente por fatores que vão além da análise das políticas monetária e fiscal dos governos Jânio Quadros (jan/1961 a ago/1961), João Goulart (1961 – 63) e Castello Branco (1964 – 67). Assim, defende-se que a dificuldade em conciliar o controle da inflação com o crescimento econômico, sobretudo durante o mandato de João Goulart, estava na sua incapacidade em conciliar os distintos interesses devido à turbulência dos cenários externo e interno, diante da qual tais interesses foram polarizando-se cada vez mais em torno ou dos extremistas de direita ou dos de esquerda. Diante disso, ficava cada vez mais impossível de se formar alianças sociais, políticas e econômicas que se traduzissem em apoio à estabilização da economia e paciência para esperar por seus resultados, como a aceleração do crescimento econômico. Já o Governo Castello Branco solucionou, através de uma política salarial regressiva e de uma generosa ajuda do governo norte-americano, respectivamente: 1) os problemas do conflito distributivo, que impedia a estabilização da inflação; e 2) da restrição externa, que impossibilitava, mais uma vez na história brasileira, o crescimento em um contexto de necessidade simultânea de controle inflacionário.
Palavras-chave: Desenvolvimento econômico
Brasil
Inflação
Distribuição de renda
Política monetária
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::CRESCIMENTO, FLUTUACOES E PLANEJAMENTO ECONOMICO::INFLACAO
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Set-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4810
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia versão CORECON_Samantha Rosa.pdf950,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.