Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4941
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Políticas de fomento à indústria cinematográfica brasileira: uma avaliação de sua eficácia sob o ponto de vista da concentração industrial e regional
Autor(es)/Inventor(es): Oliveira, Beatriz Bonato
Orientador: Matos, Marcelo Gerson Pessoa de
Resumo: Este trabalho tem como objetivo analisar a indústria cinematográfica, fazendo um breve estudo do cinema nacional, desde a década de 1970 até os dias atuais. Visa estudar a evolução das políticas públicas de fomento à indústria e explora como se dá a concentração de renda, captação de recursos e outros fatores nas três etapas produtivas do setor, através dos índices de concentração CR e HHI. Por fim, busca-se interpretar todos os elementos deste trabalho, verificando se há, de fato, uma distribuição igualitária e eficaz dos recursos de fomento geograficamente e entre as pequenas e grandes empresas. Chega-se, portanto, a conclusão de que, com o passar dos anos, a indústria cinematográfica cresceu de forma forte, tanto na oferta quanto na demanda. Após a crise na década de 1990, observa-se um incremento das produções e dos investimentos do governo neste setor, mas que essas políticas, que captam a cada ano mais recursos, são concentradoras em poucas empresas em poucos estados do país.
Palavras-chave: Políticas de fomento
Índices de concentração
Indústria cinematográfica
Politica pública
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Mai-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4941
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Beatriz Bonato Oliveira 110181906.pdf2,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.