Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5156
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMello, Claudio Limeira-
dc.contributor.authorGomes, Leonardo Corrêa-
dc.date.accessioned2018-09-26T14:49:12Z-
dc.date.available2018-09-28T03:00:16Z-
dc.date.issued2006-05-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5156-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectNeotectônicapt_BR
dc.subjectTectônica ressurgentept_BR
dc.subjectMédio vale do Rio Paraíba do Sulpt_BR
dc.subjectZonas de Cisalhamentopt_BR
dc.titleReativações neotectômicas ao longo de zonas de cisalhamento neoproterozóicas na região do médio Vale do Paraíba do Sul, entre Volta Redonda (RJ) e Bananal (SP)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8440044607836952pt_BR
dc.contributor.referee1Trouw, Rudolph Allard Johannes-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6311422476235499pt_BR
dc.contributor.referee2Ferrari, André Luiz-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8991784565515719pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho tem por objetivo contribuir para a compreensão dos mecanismos tectônicos que atuaram na região do médio vale do rio Paraíba do Sul durante o Cenozóico, principalmente no que se refere à questão de reativações das zonas de cisalhamento neoproterozóicas. A área estudada corresponde ao compartimento topográfico limitado pelas zonas de cisalhamento de Taxaquara (ou Arrozal) e de Valença (ou Arapeí), ambas com orientação NE-SW, no qual estão situadas a bacia sedimentar cenozóica de Volta Redonda e a bacia hidrográfica do rio do Bananal. Foi confeccionado um mapa de lineamentos e um mapa hipsométrico, ambos em escala 1:250.000, com base em modelo digital de elevação. Estes mapas orientaram a coleta de dados de estruturas rúpteis afetando os depósitos cenozóicos e no embasamento alterado, priorizando os pares falhas/estrias. Os dados estruturais foram classificados quanto ao tipo e orientação das estruturas e unidades estratigráficas afetadas, para análise dos campos de paleotensões. Nas proximidades de faixas de cisalhamento neoproterozóicas que limitam o compartimento estudado, foram documentadas falhas com direções NE-SW a ENE-WSW afetando os depósitos cenozóicos, e falhas com direções NW-SE relacionadas a lineamentos aproximadamente ortogonais ao padrão estrutural predominante. Os resultados da análise de paleotensões indicam que as falhas medidas estão relacionadas a regimes de transcorrência dextral E-W e extensão NW-SE, permitindo interpretar ao menos duas fases de reativação neotectônica que afetaram essas grandes estruturas, correlacionáveis com aquelas descritas na literatura. As zonas de fraqueza comportaram-se como falhas do tipo P, no primeiro caso, e como falhas trativas no segundo caso.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GOMES, L.C.pdf7,91 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.