Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5166
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Perspectivas de desenvolvimento de regiões periféricas: o caso noroeste fluminence
Autor(es)/Inventor(es): Granado, Rodrigo Paiva
Orientador: Carvalho, René Louis de
Resumo: O trabalho consiste, inicialmente, numa discussão sobre a relação centro-periferia, e sobre as possibilidades que a região periférica tem de se desenvolver, com base em teóricos como Hirschman, Myrdal, Krugman, Perroux, entre outros. Visto isso, o trabalho passa a focar suas ações na noroeste fluminense, região escolhida como caso para análise se as ações indicadas pelos teóricos são feitas. Dessa forma, o trabalho analisa o perfil do noroeste e enquadra-o como região periférica do Estado do Rio de Janeiro. Com isso, essa monografia procura verificar se os propósitos do desenvolvimento de regiões periféricas são encontrados nos estudos acadêmicos e políticas voltadas para o desenvolvimento do Estado e do noroeste fluminense. Para assim, analisar, dentro dos conceitos estudados, se o noroeste possui perspectivas de desenvolvimento, ou seja, se o noroeste possui políticas que o façam caminhar para um quadro econômico de maior desenvolvimento e inserção na economia do Estado, saindo de um quadro periférica de sua economia.
Palavras-chave: Desigualdade regional
Desenvolvimento regional
Política de desenvolvimento
Políticas públicas
Crescimento econômico
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Mar-2009
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5166
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RPGranado.pdf588,93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.