Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5317
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVaz, Paulo Roberto Gibaldi-
dc.contributor.authorSeveriano, Luana Fernandes-
dc.date.accessioned2018-10-09T20:11:32Z-
dc.date.available2018-10-11T03:00:21Z-
dc.date.issued2015-07-12-
dc.identifier.citationSEVERIANO, Luana Fernandes. Jornalismo científico, seus mitos e patologias: análise das capas femininas da revista Veja sobre saúde entre 1998 e 2004. 2015. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/5317-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectJornalismo científicopt_BR
dc.subjectSimbolismopt_BR
dc.subjectFeminismopt_BR
dc.subjectVeja (revista)pt_BR
dc.titleJornalismo científico, seus mitos e patologias: análise das capas femininas da revista Veja sobre saúde entre 1998 e 2004pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5987778390189807pt_BR
dc.contributor.referee1Strozenberg, Ilana-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0352176322106482pt_BR
dc.contributor.referee2Amaral, Marcio Tavares de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7322409196325122pt_BR
dc.description.resumoA partir de uma preocupação sobre o real papel do jornalista científico, este trabalho traça uma análise teórica da abordagem de assuntos relativos à saúde pela mídia, levando em consideração os seguintes fatores: juízo de verdade, critério de seleção daquilo que é notícia entre a produção científica, uso de fontes duvidosas e linguagem sensacionalista. Diante de uma cultura científica permeada por interesses políticos e econômicos, trabalha-se a hipótese de ausência do contraditório no jornalismo científico, além de problemáticas relativas ao caráter mercadológico das publicações. Como forma de identificar tais problemas na prática do ofício, o estudo apresenta uma análise de caso sobre como a revista Veja abordou a temática da saúde entre os anos de 1998 e 2004. Também foi levantada uma discussão sobre gêneros com relação ao que seria o público-alvo desse tipo de matéria, diante da prevalência de capas femininas quando o assunto é saúde.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LSeveriano.pdf698,86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.