Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/553
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSovik, Liv Rebecca-
dc.contributor.authorYonamine, Bianca-
dc.date.accessioned2016-06-23T17:30:29Z-
dc.date.available2016-06-25T03:00:14Z-
dc.date.issued2016-03-10-
dc.identifier.citationYONAMINE, Bianca. Controle do feminino na mídia: uma proposta sobre síndrome de Estocolmo. 2016. 72f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/553-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMídiapt_BR
dc.subjectFeminismopt_BR
dc.subjectConsumopt_BR
dc.titleControle do feminino na mídia: uma proposta sobre síndrome de Estocolmopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7709834262127600pt_BR
dc.contributor.referee1Vaz, Paulo Roberto Gibaldi-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5987778390189807pt_BR
dc.contributor.referee2Tucherman, Ieda-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2710906080404292pt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as formas de controle do feminino que transparecem nas mídias e que permeiam a sociedade contemporânea. A motivação é compreender quais as razões que levam os oprimidos a adotarem e corroborar o discurso hegemônico. A partir de uma proposta de que as mulheres podem sofrer de uma síndrome de Estocolmo generalizada na sociedade patriarcal, os fundamentos teóricos de controle e poder incorporados na sociedade são analisados. Então refletimos sobre como funciona essa síndrome, esmiuçando seu histórico e sua utilização pela mídia, e quais são os mecanismos de sobrevivência que atuam em uma pessoa dentro de um contexto de opressão, seja ela física, como em sequestros, seja na forma análoga, como uma sociedade de controle. A observação de casos midiáticos contemporâneos ajudará a elucidar de que forma o controle do feminino pode ser fundamental para a lógica de consumo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Radialismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Controle do Feminino - Bianca Yonamine Aprovado.pdf1,27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.