Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5707
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Caracterização Faciológica,Petrográfica e Petrofísica da formação Penedo (cretáceo inferior, Bacia de Sergipe-Alagoas) em um testemunho de sondagem
Autor(es)/Inventor(es): Alencar, Joana de Miranda
Orientador: Almeida, Leonardo Fonseca Borghi de
Coorientador: Gonçalves, Thiago Carelli
Resumo: A bacia de Sergipe–Alagoas, situada na região Nordeste do Brasil, contempla uma das mais completas sucessões estratigráficas, que inclui depósitos das fases de Sinéclise, Pré-rifte, Rifte e Pós-rifte. Atualmente, constitui-se numa província petrolífera em avançado estágio exploratório, onde as rochas da Formação Penedo atuam como reservatórios no Campo de Pilar (AL), associado ao sistema petrolífero Barra de Itiúba-Coqueiro Seco. O presente trabalho teve por objetivo a caracterização faciológica, petrográfica e petrofísica do intervalo siliciclástico aqui atribuído à Formação Penedo, que ocorre na parte basal (196,6–214,4 m) do testemunho de sondagem de um poço (2-SMC-2-AL), perfurado na área da antiga pedreira de calcário Atol (atualmente explorada pela empresa InterCement), localizada no Município de São Miguel dos Campos, estado de Alagoas; tendo por finalidade a interpretação paleoambiental e avaliação do seu potencial como rochas reservatório. A sondagem atingiu 214,4 metros de profundidade, onde os primeiros 196,6 metros são constituídos por coquinas da Formação Morro dos Chaves. Dois intervalos litológicos, um inferior, arenítico (202,5–214,40 m), e outro superior, lutítico (196,6–202,50 m); sete fácies sedimentres (Ae, Am, Alc (areníticas), Het (heterolítica), Ca (carbonática), Sl e Lm (lutíticas) e duas sucessões de fácies (SFF e SFL) foram caracterizadas neste estudo. A sucessão SFF, inferior, é caracterizada por intercalações de arenitos maciços (fácies Am) e estratificados (fácies Ae), cuja granulometria varia de média a grossa, mal selecionada, com predomínio de grãos subarredondados; apresentam composição essencialmente arcoseana, com litoclastos de tamanho variado e intraclastos de argila; minerais acessórios (principalmente micas) ocorrem subordinadamente. A sucessão SFL, superior, é caracterizada por rochas com acamamento heterolítico (fácies Het) que exibem estruturas sedimentares trativas por corrente e ondas, além de deformacionais; uma camada carbonática, constituída por bioclastos (bivalves) e constituintes siliciclásticos (fácies Ca); Lamito maciço (fácies Lm) e Siltito laminado (fácies Sl) com variado índice de bioturbação; além de arenitos com laminação cruzada por onda e bioturbados (fácies Alc). As fácies argilosas apresentam uma alta razão silte/argila, com areia muito fina quartzosa dispersa ou concentrada em lâminas de espessura milimétrica, com coloração cinza esverdeado e índice de bioturbação variado. As características faciológicas reconhecidas e o padrão de empilhamento das sucessões de fácies observado apontam para a evolução de um paleoambiente fluvial entrelaçado (SFF), na base, para lacustre (SFL), no topo. Depósitos eólicos descritos na literatura para Formação Penedo não foram identificados neste intervalo de estudo. O contato entre as duas sucessões de fácies ocorre de maneira abruta, marcando, assim, uma possível superfície discordante associada à criação de espaço para acomodação real e máxima expansão do lago sobre o sistema fluvial. As análises petrofísicas realizadas em cinco amostras das fácies areníticas, revelam valores de porosidade efetiva entorno de 18% a 22%, e valores de permeabilidade absoluta inferiores a 1mD, exceto pela fácies Am, que apresenta os maiores valores de permeabilidade (753,88mD), porém, pouco representativa na seção estudo (28%).
Palavras-chave: Formação Penedo
Fácies Sedimentares
Bacia de Sergipe- Alagoas
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jul-2016
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5707
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALENCAR, J.M.pdf3,13 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.