Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5715
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Métodos de determinação de fosfato em meio de cultivo de microalgas: projeto de instrumentação e metodologia para o controle físico-químico de processos de produção de microalgas.
Autor(es)/Inventor(es): Oliveira, Diana Roza de
Orientador: Medeiros, João Alfredo
Coorientador: Pinto, Maria Lúcia Couto Corrêa
Resumo: , Dr.rer.nat. Maria Lúcia Couto Corrêa Pinto, D. Sc. Rio de Janeiro Abril de 2017 3 À minha família, a base de tudo. Dedico 4 AGRADECIMENTOS Gostaria de agradecer aos meus pais, Leila Terezinha Roza de Oliveira e Ivan Vieira de Oliveira, pelo exemplo de caráter, dedicação, carinho e por todo apoio durante essa jornada. Além disso, gostaria de agradecer também ao meu irmão, Diogo Vieira de Oliveira e a todos meus familiares, pelo tempo que deixamos de estar juntos ao longo dessa graduação. Aos meus amigos, que estiveram ao meu lado e fizeram esse tempo na graduação algo mais leve e divertido. Em especial, eu gostaria de citar Thayon Tayson Corrêa de Alcantara, Suanne Nascimento Araújo, Rodrigo Macedo, Pedro Henrique Sevenini, Guilherme Barbosa, Bárbara Masello, Pedro Borges, João Paulo Resende Queiroz, Vitor Daniel Costa Madureira e Diogo Puga Reis. Em agradecimento póstumo, gostaria de expressar minha gratidão aos amigos Maira Nudelman e Rafael Campos, que fizeram parte do meu crescimento pessoal e profissional durante o tempo em que integrei o corpo do Centro Acadêmico do Instituto de Química. Aos professores Maria Lucia Couto Correia Pinto e João Alfredo Medeiros, meus exemplos de profissionalismo, ética e amor a ciência, a educação e a química. Por fim, gostaria de mostrar uma imensa gratidão à todas as trabalhadoras terceirizadas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que trabalharam incessantemente, muitas vezes sem o seu devido reconhecimento, para garantir as condições de utilização do espaço físico da universidade. Em especial às terceirizadas lotadas no Instituto de Química que hoje tenho como amigas e tornaram meu tempo nessa instituição mais agradável. Destas, cito com carinho Mônica Duarte e Rosangela Raphael. 5 RESUMO Fosfato é nutriente essencial para os seres vivos e deve ser controlado nos meios de cultura de microalgas. O LAM vem desenvolvendo e otimizando metodologias e instrumentação para o controle físico-químico em meios salinos da produção de microalgas desde 2008, utilizando águas produzidas, em cooperação com a PETROBRAS/CENPES. Os meios contêm altas concentrações de cloreto e bicarbonato-carbonato, cálcio, magnésio, além de uma série de íons metálicos como micronutrientes. O controle analítico de fosfato é feito por espectrofotometria íon com molibdato em meio ácido. Cloreto complexa Mo(VI), enquanto Ca2+ e Mg2+, além de todos os íons M2+ e M3+, são associados fortemente a espécies de fosfato, por formação de complexos e precipitados, sendo interferentes, causando erros sistemáticos na análise. Porém, a formação do ácido fosfomolíbdico ocorre em meio ácido, onde as frações molares dos íons de fosfato são muito baixas, predominando H3PO4. Isso praticamente elimina a formação de fosfato complexos de Mg e Ca. O objetivo deste trabalho foi simplificar e otimizar metodologias analíticas para determinação de fosfato de modo a viabilizar um controle físico-químico do meio de cultivo para a produção de microalgas. O trabalho apresenta a determinação de fosfato na faixa de em meio de cultura de microalgas pelo método de reação do fosfato com o molibdato, em meio ácido, formando o ácido fosfomolíbdico. Essa determinação pode ser feita com e sem extração com isobutanol, e posterior leitura da sua absorvância em 380nm e 320nm, respectivamente. Os métodos foram otimizados para que fosse possível a determinação de fosfato em campo, sendo necessário apenas os reagentes, seringas descartáveis, tubos de ensaio com marcação para 10 mL, água destilada e espectrofotômetro portátil.
Palavras-chave: Fosfato
Microalgas
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Departamento: Instituto de Química
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 6-Abr-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5715
Aparece nas coleções:Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Diana Roza de Oliveira-min.pdf789,3 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.