Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5867
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Processamento de pigmentos multimetálicos de tubos de raios catódicos
Autor(es)/Inventor(es): Oliveira, Andrey Linhares Bezerra de
Orientador: Afonso, Júlio Carlos
Resumo: A crescente substituição dos televisores e monitores de tubos de raios catódicos (CRT) pelas novas tecnologias LCD e LED, bem como a substituição das lâmpadas fluorescentes pelas de LED representam um potencial risco ao ambiente no que tange a geração de resíduos sólidos. Em comum nesses dois dispositivos, está a presença do chamado pó de fósforo, um pigmento multimetálico responsável pela geração de imagem nos equipamentos CRT e pela emissão de luz nas lâmpadas fluorescentes. O grande problema na substituição das tecnologias supracitadas está na presença de elementos tóxicos neste material, como bário, cádmio e chumbo, que apresentam não só riscos à saúde humana, mas para o ambiente como um todo. Por outro lado, a existência de elementos com alto valor agregado, tais como európio e ítrio, consiste em mais uma justificativa para o desenvolvimento de processos que visem à reciclagem desse resíduo. Este trabalho teve como objetivo a caracterização de uma amostra de pó de fósforo de televisores CRT e o desenvolvimento de rotas de separação físicas e hidrometalúrgicas para recuperação de ítrio e európio e, eventualmente, outros elementos. Inicialmente a amostra foi caracterizada por microscopia eletrônica de varredura (MEV), difratometria de raios-X (DRX) e espectroscopia de emissão atômica com plasma indutivamente acoplado (ICP-OES). Foram realizados procedimentos de separação por diferença de densidade em 1,1,2,2-tetrabromoetano e lixiviação em meio de ácido sulfúrico. Ao lixiviado, tentou-se a cristalização de sulfatos de ítrio e európio por evaporação controlada e, ainda, extração com o extratante organofosforado PC88A em n-heptano. O resultado das caracterizações em fase sólida revelou a presença de pelo menos 5 fases cristalinas na amostra e 17 elementos com teores acima de 0,1 % (m/m). A caracterização por ICP-OES revelou que os elementos majoritários na amostra são zinco (27,54 %) e ítrio (17,97 %). O ensaio de separação por densidade foi insatisfatório, pois não mostrou seletividade para quaisquer dos componentes. A lixiviação, porém, apresentou boas recuperações para ítrio, európio e zinco. O ensaio de cristalização apresentou resultados inesperados, pois ocorreu cristalização de sulfato de zinco com alta pureza ao invés dos sulfatos de ítrio e európio. Em um segundo experimento de cristalização, realizado em condições mais drásticas, observou-se a cocristalização dos sulfatos de ítrio, európio e zinco. A extração com o extratante organofosforado apresentou alto rendimento para ítrio e európio, apesar de ter extraído também a maior parte do zinco.
Palavras-chave: Pigmentos multimetálicos
Raios catódicos
Monitores de televisão
Resíduos sólidos
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Departamento: Instituto de Química
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 20-Jul-2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5867
Aparece nas coleções:Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Andrey Linhares Bezerra de Oliveira.pdf560,59 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.