Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/5909
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Analise de Radargrama em um afloramento da formação Resende, Bacia de Volta Redonda
Author(s)/Inventor(s): Batista, Verônica de Carvalho
Advisor: Mello, Claudio Limeira
Co-advisor: Pereira, Alípio José
Abstract: A Bacia de Volta Redonda constituiu um hemigráben inserido no contexto do Rift Continental do Sudeste do Brasil (RCSB) e suas principais unidades litoestratigráficas são as formações Ribeirão dos Quatis, Resende e Pinheiral, que são interpretadas como sistemas fluviais entrelaçados, de idade eocênica a oligocênica. Destaca-se, ainda, a presença de rochas vulcânicas alcalinas ultramáficas intercaladas aos depósitos da Formação Resende. Durante a evolução da Bacia de Volta Redonda, são registradas diversas fases tectônicas, a que se associam diferentes padrões de estruturas rúpteis. O objetivo do presente estudo foi interpretar os resultados de levantamentos geofísicos com o emprego de radar de penetração subterrânea (GPR) em afloramento localizado na borda sul da bacia, que corresponde à borda de falha. Buscou-se a caracterização de radarfácies e a identificação de falhas e outras estruturas rúpteis, visando a possível correlação com a seção geológico-estrutural disponível para o afloramento, elaborada por outros autores. Um radargrama foi obtido com o uso de antenas de 200 MHz. Os dados de GPR foram adquiridos através da técnica conhecida como caminhamento com afastamento constante, em que, durante a aquisição, o afastamento entre as antenas é fixo e elas são deslocadas em conjunto. Foram feitos os ajustes do instante zero para todas as ondas recebidas e o ajuste de ganhos para melhorar a visualização dos refletores, além da conversão tempoprofundidade, que foi realizada utilizando uma velocidade constante de 0,08m/Ns. Os procedimentos de interpretação foram efetuados com base nos princípios da sismoestratigrafia, sendo realizada a identificação de radarfáceis (e sua interpretação a partir de modelos de fácies sedimentares conhecidos e da correlação com a seção geológica disponível) e a individualização de falhas. A análise do radargrama proporcionou a caracterização de 6 (seis) fácies de radar, 6 (seis) unidades de radar e a identificação de diversas falhas, sendo 2 (duas) falhas principais, que serviram como limite entre algumas unidades de radar.
Keywords: GPR (Ground Penetration Radar)
Formação Resende
Fácies de radar
Unidade de radar
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Department : Instituto de Geociências
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Jan-2016
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5909
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BATISTA, V.C.pdf2,44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.