Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/5977
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Mapeamento geológico e caracterização de associações de fácies com base em levantamentos de campo e modelos digitais de elevação de porção oeste da Bacia de Resende, RJ
Autor(es)/Inventor(es): Santarém, Natan Soares
Orientador: Ramos, Renato Rodriguez Cabral
Coorientador: Negrão, André Pires
Resumo: O presente trabalho tem como principal objetivo o mapeamento geológico, reconhecendo as litologias presentes, na escala de 1: 25.000, da região dos municípios de Resende, Penedo e Itatiaia. A bacia de Resende tem sua evolução ligada ao desenvolvimento do Rifte Continental do Sudeste Brasileiro (RCSB), junto com as bacias de Volta Redonda, São Paulo e Taubaté, e está sobre o segmento central da Faixa Ribeira. Para isso, foram realizados levantamentos cartográficos, perfis faciológicos, associação de fácies, além da utilização de modelos digitais de elevação (MDE), modelos essências para a melhor delimitação dos polígonos das unidades mapeadas. Como resultado, foram estabelecidas cinco associações de fácies, que foram agrupadas em diferentes unidades de mapeamento. Na porção Oeste, foram reconhecidos depósitos de leques aluviais que tem sua gênese relacionada ao maciço alcalino do Itatiaia. Estes depósitos foram divididos em duas unidades (Proximal e Mediana a Distal), sendo a primeira unidade com domínio de camadas rudíticas e a segunda unidade com predomínio de fácies areníticas e pelíticas. Na borda norte, na parte central dá área de estudo, também foram descritos depósitos de leque aluvial, depósitos gerado por fluxos gravitacionais associados a falha que ocorre a alguns metros acima. Estes leques foram aqui considerado como parte da Formação Resende, nomenclatura usada também para a associação de fácies conglomeráticas, areníticas e pelíticas depositados em um rio entrelaçado. Esta associação de fácies ocorre a sul do Rio Paraíba do Sul e também a norte, na porção central e a na borda leste. Na área do campo de instrução da AMAN predominam os depósitos da Formação Floriano, sendo possível observar uma relação de contato entre a Fm. Floriano e a Fm. Resende. Pode-se observar também um dique de basanito, discordante do embasamento gnáissico.
Palavras-chave: Sedimentologia
Litoestratigrafia
Sistemas Aluviais
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2016
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/5977
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SANTARÉM, N.S.pdf9,78 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.