Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/6083
Tipo: Dissertação
Título: Arquétipos e memória: A gravura de Marcelo Grassmann
Título(s) alternativo(s): Archetypes and memory: The Marcelo Grassmann printmaking
Autor(es)/Inventor(es): Pinto, Dalila dos Santos Cerqueira
Orientador: Távora, Maria Luisa Luz
Resumo: Análise da gravura do artista brasileiro Marcelo Grassmann (1925 - ), como estudo das relações da Arte com as áreas da Psicologia Analítica e História Cultural. Os conceitos da Psicologia Analítica de Carl Gustav Jung permitem identificar na gravura de Grassmann, uma estruturação de formas e representações de imagens arquetípicas, simbólicas, provindas do inconsciente coletivo, patrimônio comum a todos os homens. Deve-se à conceituação de nachleben e pathosformeln do historiador da arte Aby Warburg, e o estudo dos arquivos da memória e a noção de engrama, a possibilidade de estabelecer a ligação entre obras de arte de períodos diversos, artistas e épocas históricas, numa estrutura que hoje definimos como rede. Conteúdos históricos e individuais, preenchendo os arquétipos enquanto formas vazias são evidenciados na imagem. A pesquisa apresenta Marcelo Grassmann como memoriador, elaborando nas xilogravuras, litografias e gravuras em metal, a reconstrução pela memória. Resgate da história de um passado transformado em presente, no espaço privilegiado que é a Arte. O trabalho contribui com uma visão interdisciplinar, na concepção de uma ciência da cultura.
Resumo : Analysis of the brazilian artist Marcelo Grassmann engraving (1925 - ), as study of the relations of the Art with the areas of Analytical Psychology and Cultural History. The concepts of the Analytical Psychology of Carl Gustav Jung allow to identify in the Grassmann engraving, the structure of forms and archetypical representations of symbolic images coming from the unconscious collective mind, that is common patrimony to human being. Owing to the conceptualization of nachleben and pathosformeln of the art historian Aby Warburg, and the study of the archives of the memory and the notion of engrama, the possibility to establish the linking between works of art of diverse periods, artists and historical times, in a structure that today we define as net. Historical and individual contents, filling the archetype as empty forms are evidenced in the image. The research presents Marcelo Grassmann as a memory rescuer, elaborating in the wood engravings, lithographies and metal engravings, the reconstruction through the memory. It is the rescue of the memory of the history of a past transformed into to present, in the privileged space that is the Art. The work contributes with an interdisciplinary vision, in the conception of a science of the culture.
Palavras-chave: Gravura
Biografia
Assunto CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::FUNDAMENTOS E CRITICA DAS ARTES
Programa: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
Departamento: Escola de Belas Artes
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 2007
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/6083
Aparece nas coleções:Artes Visuais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DSCPinto.pdf19,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
DSCPinto - Entrevista parte 01.mp378,42 MBaudio/mp3Visualizar/Abrir
DSCPinto - Entrevista parte 02.mp366,1 MBaudio/mp3Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.