Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6535
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinto, Angelo da Cunha-
dc.contributor.authorOliveira, Camila Almeida-
dc.date.accessioned2019-02-17T03:20:45Z-
dc.date.available2019-02-19T03:00:23Z-
dc.date.issued2014-02-18-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6535-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHistória em quadrinhopt_BR
dc.subjectCorantes alimentíciospt_BR
dc.subjectCromatografia em papelpt_BR
dc.subjectEnsino de químicapt_BR
dc.titleCromatografia em papel de corantes presentes em doces: um alerta ao consumo excessivo desse aditivo aliada a confecção e distribuição de uma história em quadrinhopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0061106995455595pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9770202131481344pt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Ana Paula Bernardo dos-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8002861099949380pt_BR
dc.contributor.referee2Araujo Neto, Waldmir Nascimento de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/4908905422036211pt_BR
dc.contributor.referee3Guerra, Antonio Carlos de Oliveira-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/7991984241377300pt_BR
dc.description.resumoO avanço tecnológico sem dúvida nos traz muitas vantagens, mas quando falamos em avanço aplicado a indústria de alimentos, também existem algumas desvantagens, além da falta de informação. Uma das desvantagens encontradas é o uso excessivo de aditivos, como, por exemplo, os corantes. A aparência do alimento pode exercer efeito estimulante ou inibidor do apetite, motivo que leva o setor alimentício a se preocupar tanto com a aplicação de novos corantes. Diversos estudos apontam reações adversas aos aditivos como alergias, alterações no comportamento, efeitos carcinogênicos, dentre outros. De acordo com esses efeitos adversos principalmente aqueles relacionados à saúde infantil há a necessidade de trazer essas informações para dentro da ambiente escolar pelo fato das crianças e dos adolescentes serem uma das categorias, senão, a maior consumidora desses produtos. O trabalho foi realizado com alunos de 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual José Veríssimo. A atividade foi dividida em três momentos, primeiramente foi realizada uma pesquisa para identificar quais os corantes mais consumidos pelos alunos, no segundo momento foi realizada uma discussão com os alunos sobre os assuntos que envolvem a temática de corantes e o experimento, seguida da distribuição da cartilha em forma de história em quadrinho “Que cor tá minha língua?” e no último momento foi realizada a cromatografia em papel de corantes com os alunos. De acordo com os papéis cromatográficos a experimentação de cromatografia possibilitou a visualização da separação das cores de dois ou mais corantes presentes em um único doce. A cromatografia em papel de corantes e o alerta do consumo excessivo desse aditivo aliado a distribuição da história em quadrinho apresentou-se como uma vantajosa ferramenta didática para a contextualização de alguns conteúdos, mostrando para os alunos através de uma abordagem diferenciada e atrativa que a Química está presente no dia a dia deles e que dessa maneira ela pode ser melhor compreendida. Se tornando com isso, um ponto de partida para uma mudança de comportamento e de hábitos alimentares.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Almeida Oliveira.pdf3.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.