Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6949
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaranhão, Cézar Henrique Miranda Coelho-
dc.contributor.authorMiranda, André Luiz de Souza-
dc.date.accessioned2019-04-03T16:00:38Z-
dc.date.available2019-04-05T03:00:11Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationMIRANDA, André Luiz de Souza. “Questão social" e cultura popular: a distribuição dos equipamentos culturais e os programas da secretaria municipal de cultura do Rio de Janeiro. 2016. 98 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6949-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCapitalismopt_BR
dc.subjectAspectos sociaispt_BR
dc.subjectCultura popularpt_BR
dc.title“Questão social" e cultura popular: a distribuição dos equipamentos culturais e os programas da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiropt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3107931930999771pt_BR
dc.description.resumoDebate à relação entre a “questão social” e a cultura popular na cidade do Rio de Janeiro. A cidade do Rio de Janeiro é reconhecida mundialmente pelas suas manifestações culturais, principalmente o samba e o carnaval, que foi resultado da resistência dos negros que viviam na cidade, no início do século XX, após a abolição da escravatura no Brasil a repressão do Estado a estas manifestações populares. Mas outras manifestações menos conhecidas, como o jongo, acabam sendo desconhecidas até pelos próprios moradores da cidade. Ainda tem o fato de que a distribuição do acesso à cultura na cidade ocorre de forma extremamente desigual entre as suas regiões, já que, os equipamentos culturais se concentram predominantemente nas Zonas Sul e do Centro da cidade, e são insuficientes nas Zonas Norte e Oeste, exatamente onde se concentram a maioria da população e as regiões mais pobres da cidade. Acerca da metodologia da pesquisa, foram utilizadas técnicas qualitativas e quantitativas, além de pesquisa documental e bibliográfica de fontes secundárias. A Secretaria Municipal de Cultura apresenta três Programas de Fomento à Cultura: o de Fomento Direto, o de Fomento Indireto e o Cultura Viva. Estes programas têm como objetivo garantir o acesso à cultura a toda a população da cidade do Rio de Janeiro.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Serviço Socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALSMiranda.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.