Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/8018
Type: Tese
Title: Estratégias cooperativas para o mercado brasileiro de gás natural: uma aplicação do método de Shapley
Author(s)/Inventor(s): Ribeiro, Rafael Teixeira da Silva
Advisor: Carpio, Lucio Guido Tapia
Abstract: O mercado brasileiro de gás natural se desenvolveu em função da oferta, a qual demandou a ampliação da infraestrutura e foi acompanhada de políticas e estímulos para aumento do consumo. Recentemente, com a descoberta do pré-sal e crescimento da produção de gás na Região Sudeste, vislumbra-se aumento de oferta com potencial para novo período de desenvolvimento do uso do gás. Além disso, o mercado que sempre foi um monopólio vertical da Petrobras, iniciou um processo de abertura gerado pelo desinvestimento de ativos de exploração e produção e infraestruturas de transporte e importação. Assim, identifica-se nova oportunidade de ampliação do uso do gás natural no Brasil, em um cenário de colaboração entre os agentes existentes e novos entrantes. Neste intuito, esta dissertação descreve a utilização da Teoria dos Jogos Cooperativos e a aplicação do Método de Alocação de Shapley como forma de avaliar a influência dos diferentes agentes de produção, transporte e distribuição na Região Sudeste, servindo como base para análises estratégicas, para a elaboração de políticas públicas, atração de investimentos e demais ações que podem destravar o mercado de gás natural no Brasil. Por fim, os resultados do modelo demonstram que a infraestrutura de transporte, devido ao seu baixo custo relativo, não desempenha papel relevante na alocação de benefícios. Observa-se também a grande influência do gás natural produzido em campos marítimos, assim como a influência das distribuidoras como principais mecanismos de ampliação do consumo de gás natural no Brasil.
Abstract: The Brazilian natural gas market was developed based on periods of significant increase in the offer, which followed investments in midstream infrastructure, as well as policies to stimulate the consumption. Recently, with the discovery of the pre-salt layer and growth of the natural gas production in the Southeast Region, a similar event capable of promoting this fuel utilization is underway. Besides, the vertical monopoly detained by Petrobras started to decentralize, with announcements of divestments of offshore and onshore fields, importation, transportation and distribution assets and participations. Therefore, during this moment of growth in the natural gas offer and market decentralization, it’s possible to identify a new opportunity to enhance the utilization of this fuel in Brazil, which will require the collaboration among existing and new agents. Within this scenario, this paper describes the use of the Cooperative Game Theory and application of Shapley Allocation Method as a way to evaluate the influence of different agents regarding production, transportation and distribution on the Southeast Region, serving as a basis for strategic analysis, public policies development, investment attraction and further actions which can unlock the Brazilian natural gas market. Finally, the results obtained with the model application showed that the transportation infrastructure, due to its relative low cost, does not play a relevant role in the benefits allocation. It’s also possible to observe the relevant influence of offshore natural gas, as well as the local distribution companies, as main mechanisms to increase natural gas consumption in Brazil.
Keywords: Planejamento energético
Gás natural
Valor de Shapley
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAO
Program: Programa de Pós-graduação em Planejamento Energético
Production unit: Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Mar-2017
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Planejamento Energético

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
876290.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.