Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/8029
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMoreira, Lígia de Farias-
dc.contributor.authorMedeiros, Hiran Fernandes-
dc.date.accessioned2019-05-21T20:40:04Z-
dc.date.available2019-05-23T03:00:14Z-
dc.date.issued2011-02-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/8029-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectOndaspt_BR
dc.subjectSompt_BR
dc.subjectAcústicapt_BR
dc.subjectEnsino médiopt_BR
dc.subjectDeficiência auditivapt_BR
dc.titleEnsinando sons através de vibraçõespt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.referee1Amorim, Hélio Salim-
dc.contributor.referee2Chaves, Francisco Artur Braun-
dc.contributor.referee3Firme, André Penna-
dc.description.resumoA proposta deste trabalho é ensinar os conceitos físicos de ondas, sons e acústica para alunos portadores de deficiência auditiva (surdos). O grupo utilizado para o desenvolvimento e coleta dos dados desta pesquisa foi uma turma da 3ª série do Ensino Médio do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), por meio de uma abordagem experimental que apresenta o som e suas características nos correlates presentes nas vibrações provocas pelas ondas sonoras. A base teórica que fundamenta o trabalho é estudo do Centro de Pesquisas em Neuropsicologia e Cognição da Universidade de Montreal, em um estudo divulgado em 15 de julho na revista Nature [MOEHLECKE, 2004], revelando que indivíduos cegos têm mais facilidade que pessoas que enxergam para se guiar por sons. Segundo os pesquisadores a pesquisa aponta que a área do cérebro responsável pelas funções sensoriais manteria esses sentidos conectados no nascimento e gradativamente seriam eliminadas nos indivíduos sem limitações. Já naqueles que ficaram cegos cedo, a ligação tenderia a ser preservada e ser usada. Essa pesquisa gerou a ideia de utilizar essas conexões que estariam preservadas favorecendo um incremento tátil desse grupo e apresentar o som através das vibrações provocas pelo mesmo. Espera-se com isso fornecer aos alunos uma oportunidade de compreensão mais significativa, com plano que promova motivação e contribua para a melhora do rendimento acadêmico desse grupo. Favorecendo também o trabalho dos professores.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Físicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::FISICA::AREAS CLASSICAS DE FENOMENOLOGIA E SUAS APLICACOES::ACUSTICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HFMedeiros.pdf13,67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.