Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/8721
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Lutas sociais recentes no Brasil: um novo bloco político-social
Author(s)/Inventor(s): Martini, Vanderlei
Advisor: Paulo Netto, José
Abstract: Analisa a trajetória das maiores organizações que compõem o bloco político-social (PT, CUT e MST) formado a partir da crise e do ocaso da ditadura civil militar e as lutas de classes em nosso país, buscando compreender a realidade histórico-social, tendo em vista pensar posteriormente estratégias para mudar essa realidade. O objeto são as condições históricas que possibilitaram o surgimento das três principais organizações (PT, CUT e MST) da classe trabalhadora organizada no Brasil, num contexto de crise estrutural do capital, de ofensiva neoliberal em escala mundial, da crise da ditadura civil-militar e do processo de redemocratização do país. Faz-se uma breve análise da gênese, do desenvolvimento e dos rumos tomados pelo Partido dos Trabalhadores, pela Central Única dos Trabalhadores e pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, desde a crise e do ocaso da ditadura (1979-1985) contexto esse que possibilitou o surgimento deste novo bloco político-social, passando pelos anos de 1990, fase de avanço e de consolidação do neoliberalismo, até o ano de 2002. Parte-se da referência ao desenvolvimento do modo de produção capitalista, das suas diferentes fases e dos diferentes modelos de produção implementados no Brasil, prioritariamente a sua fase neoliberal. Nos últimos anos, as grandes mudanças que ocorreram na estrutura societária brasileira, em decorrência da ofensiva neoliberal, da reestruturação produtiva e da contrarreforma do Estado, mudaram o mundo do trabalho, assim como a forma do capital constituiu sua hegemonia na sociedade. O Estado capturado pelo grande capital nativo e estrangeiro, sem abrir mão da coerção, lançou mão do consenso, incorporando em seu aparato burocrático de dirigentes sindicais e partidos políticos que compõem o espectro da esquerda, buscando consolidar sua hegemonia – e conseguiu-o – pois, mais do que nunca, o capital continua hegemônico.
Keywords: Neoliberalismo
Movimentos sociais
Conflito social
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DO TRABALHO
Department : Escola de Serviço Social
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2015
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: MARTINI, Vanderlei. Lutas sociais recentes no Brasil: um novo bloco político-social. 2015. 99 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.
URI: http://hdl.handle.net/11422/8721
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VMartini.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.