Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/919
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBraga, William Dias-
dc.contributor.authorFanzeres, Andreia de Matos Peixoto-
dc.date.accessioned2016-10-20T14:54:11Z-
dc.date.available2016-10-22T03:00:15Z-
dc.date.issued2004-11-25-
dc.identifier.citationFANZERES, Andreia de Matos Peixoto. Rotinas produtivas sobre meio ambiente e perspectivas do jornalismo ambiental no Brasil. 2004. 114 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2004.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/919-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectMeio ambientept_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.titleRotinas produtivas sobre meio ambiente e perspectivas do jornalismo ambiental no Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9766999581053753pt_BR
dc.contributor.referee1Pinto, Milton José-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8346143179360768pt_BR
dc.contributor.referee2Ouriques, Evandro Vieira-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9548498834591852pt_BR
dc.contributor.referee3Bentes, Ivana-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/1298675801318069pt_BR
dc.description.resumoDemonstra a urgência de uma comunicação ambiental mais presente no Brasil, a história desse movimento e estratégias possíveis para sua efetivação. A autora apresenta as justificativas para a práxis de um jornalismo ambiental voltado para as políticas públicas da área e que acompanhe o agravamento dos conflitos sociais e ecológicos do planeta. Isso não implica necessariamente a abordagem de aspectos negativos ou catástrofes apelativas. O reconhecimento de iniciativas sustentáveis e o esforço midiático de torná-las populares é um dever – ainda mal cumprido – pela maioria dos meios de comunicação brasileiros. A proposta para o exercício do jornalismo fundamenta-se em uma mudança de concepção para a disseminação de informações que contribuam para o pleno exercício da cidadania – o que envolve não apenas um relacionamento mais responsável com o meio ambiente, mas com assuntos das esferas política, econômica, cultural etc. O modelo compartimentado de informação não auxilia o público a perceber as interconexões políticas, culturais e econômicas dos saberes, que resultam em conseqüências ambientais. Estratégias eficazes e coerentes diante das demandas mais essenciais da humanidade se fazem urgentes e significam mudanças de linguagem, conteúdo e formatação das notícias. A autora apresenta ainda um estudo de caso das notícias publicadas sobre a Baia de Guanabara para demonstrar a importância da informação regional para a sustentabilidade em longo prazo. A informação localizada proporciona participação política e social, viabiliza a cidadania, promove conscientização e responsabilização sobre os atos que afetam o ambiente comum. Em um país com sérias restrições educacionais, a mídia pode exercer seu papel social da maneira mais concreta ao se deixar guiar pelo lema primordial da ecologia: agir localmente e se comprometer globalmente.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AFanzeres.pdf597,24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.