Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9257
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Estudo do sistema de tratamento de água de lastro: viabilidade técnica do sistema portuário
Author(s)/Inventor(s): Araujo, Thayanna da Costa
Advisor: Pinto, Luiz Antonio Vaz
Abstract: Água de lastro é a água captada pelos navios de mares, rios e baías para garantir a segurança operacional, equilíbrio e estabilidade quando estes se encontram desprovidos de carga. Em geral, os tanques de lastro do navio são preenchidos com maior ou menor quantidade de água para manter o calado de operação da embarcação. Essa prática é adotada há muitos anos, transportando-se água de lastro de um lugar do mundo para outro. Entretanto, essa água pode conter espécies exóticas, que embarcam nos tanques de lastro e são despejadas junto com a água em diversas partes do mundo, impactando negativamente sobre o meio ambiente, a economia local e a saúde humana. Atualmente, a água de lastro se apresenta como uma das quatro maiores ameaças do mundo aos oceanos. As outras três se devem a poluição marinha por fontes terrestres, exploração excessiva dos recursos advindos do mar e a alteração e destruição de regiões costeiras dos países. O risco oferecido pela água de lastro fez com que fosse criada uma lei para o tratamento da água de lastro antes do seu desembarque. O estudo de como deverá ser feito esse tratamento será então a nossa motivação para realização deste trabalho de pesquisa.
Keywords: Sistema Portuário
Tratamento de Água de Lastro
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA NAVAL E OCEANICA
Department : Escola Politécnica
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Dec-2012
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia Naval e Oceânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10005758.pdf3,23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.