Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/938
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCardoso, Monica Machado-
dc.contributor.authorLima, Rômulo André-
dc.date.accessioned2016-10-21T17:04:48Z-
dc.date.available2016-10-23T03:00:16Z-
dc.date.issued2006-11-20-
dc.identifier.citationLIMA, Rômulo André. A espetacularização da política; análise realizada sobre a campanha eleitoral de 2006 para a presidência da república, durante o primeiro turno no horário gratuito de propaganda eleitoral na televisão. 2006. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/938-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPropaganda políticapt_BR
dc.subjectMarketingpt_BR
dc.subjectPersuasãopt_BR
dc.subjectRepúblicapt_BR
dc.titleA espetacularização da política: análise realizada sobre a campanha eleitoral de 2006 para a presidência da república durante o primeiro turno no horário gratuito de propaganda eleitoral na televisãopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3192570587798184pt_BR
dc.contributor.referee1Barros, Sebastião Amoêdo de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9348394251309785pt_BR
dc.contributor.referee2Serpa, Marcelo Helvecio Navarro-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8325860870973642pt_BR
dc.description.resumoNo contexto da massificação das mensagens informativas, um dos elementos fundamentais da organização social contemporânea é colocado numa posição delicada: a democracia representativa se insere na sociedade da informação, por um lado, ampliando o controle da população sobre os representantes eleitos. Por outro, ficando sob o julgamento de uma platéia que também é alvo do espetáculo da mídia publicitária e da industria audiovisual do entretenimento. É então que um dos momentos máximos da cidadania pode se sujeitar aos padrões mercadológicos de linguagem da sociedade da informação. O voto condicionado pelas pesquisas de opinião, pela aparência e exposição dos candidatos, pela linguagem e tratamento publicitário do discurso, entre outras questões que fogem ao cenário eminentemente político. O horário gratuito de propaganda eleitoral aparece como principal meio de disputa dos candidatos que, quando procuram inserir seus discursos no padrão de linguagem dos meios de comunicação de massa, tornam o debate político alvo da espetacularização midiática, esvaziando-o do discurso ideológico.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Publicidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RLima.pdf341,78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.