Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9874
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGonçalves, Ronaldo Antônio-
dc.contributor.authorCarmo, Isabela de Oliveira-
dc.date.accessioned2019-10-01T17:16:19Z-
dc.date.available2019-10-03T03:00:18Z-
dc.date.issued1992-02-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/9874-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSedimentologiapt_BR
dc.subjectPetrologiapt_BR
dc.subjectParaíba do Sul, Rio, Valept_BR
dc.titlePetrologia de depósitos sedimentares holocênicos: aloformação manso-médio Vale do Rio Paraíba do Sul, região de Bananal (SP/RJ)pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3637315052578124pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0678748964005611pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Moura, Josilda Rodrigues da Silva de-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9155640783964070pt_BR
dc.description.resumoO trabalho aqui apresentaào se detém em tres enfoques básicos~ -análise faciológica, proveniéncia dos sedimentos e aspectos eodiagenéticos -aplicados a depósitos sedimentares holocénicos, reunidos sob a denominação Aloformação Manso, identificados no médio vale do rio Paraiba do Sul - região de Bananal ( SP/RJ). Estes depósitos representam um importante marco estratigráfico reconhecido na coluna aloestratigrâfica proposta para os depósitos quater·nários continentais da região de Bananal (Moura & Mello, 1990). Através de uma perspectiva de sistemas deposicionais, utilizando uma abordagem metodológica de arquitetura deposicional (segundo Miall 1985), realizou-se a análise faciológica dos sedimentos da Aloformação Manso. Foram identificadas basicamente seis litofácies, relacionadas àquelas definidas por Miall (1977, 1978): areias com e stratificações acanaladas (St); areias com estratif~cacões cruzadas tabulares ( Sp); areias com estratificação horizontal ( Sh); ar·eias argilosas com grànulos, macicas (Gms)~ siltes argilosos P. argilas silticas, finamente laminados a maciços (Fl e Fm). A identificação destas litofácies possibilitou uma referência aos processos sedimentares responsáveis pela deposição dos depósitos estudados. Quanto à proveniência destes materiais, destaca-se a contribuição de rochas cristalinas do embasamento pré-cambriano bastante intemperizadas e de unidades sedimentares ( co luviais) mais antigas. A atuação de um clima quente e úmido sobre a área fonte, antecedente à deposição dos sedimentos da Aloformacão Manso, faz com que estes sejam bastante imaturos, texturalmente, e ricos em quartzo (mineral estável e resistente ao transporte físico). As condições pós-deposicionais são evidenciadas através dos aspectos eodiagenéticos identificados nos depósitos da Aloformação Manso. As principais evidências dos processos pós-deposicionais são: deformação mecànica, cimentação incipiente por óxidos/hidróxidos de ferro e processos pedogenéticos. São processos superficiais que indicam uma diagênese incipiente em depósitos recentes.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
681768 CARMO, I. de O..pdf14.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.