Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2643
Tipo: Relatório
Título: Tradução, leitura e a pátina do tempo. Proust e uma visão de Ruskin.
Autor(es)/Inventor(es): Nogueira, Luciana Persice
Resumo: A primeira premissa desse ensaio consiste no entendimento de que a visão e a imagem ruskinianas da pátina do tempo, dentro da perspectiva do ruinismo, servem de decalque à visão de Proust, e lhe permitirão amadurecer e reorientar seu trabalho de escritor. O ruinismo e a pátina do tempo não são meros suportes a temas do decadentismo em voga; são pressupostos estético-filosóficos apropriados e desenvolvidos – e transubstanciados – por Proust. A segunda premissa desse ensaio é a importância da visão dos dois caminhos, como entendidos por Ruskin.
Resumo : The first premise of this essay is the understanding that the Ruskinian vision and image of the patina of time, within the perspective of ruinism, serve as a decal to Proust's view, and will allow him to mature and reorient his work as a writer. Ruinism and the patina of time are not mere supports to themes of decadence in vogue; Are appropriated aesthetic-philosophical assumptions and developed - and transubstantiated - by Proust. The second premise of this essay is the importance of the two-way view, as understood by Ruskin.
Palavras-chave: Língua francesa
Literatura francesa
Tradução
Assunto CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUAS ESTRANGEIRAS MODERNAS
Departamento: Faculdade de Letras
Data de publicação: Jul-2011
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2643
Aparece nas coleções:Relatórios Técnicos e de Pesquisa

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
NogueiraL.pdf875,01 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.