Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/320
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: A edição sem editores: os riscos culturais da concentração empresarial em editoras de livros
Autor(es)/Inventor(es): Vieira, Taynée Mendes
Orientador: Monteiro, Mário Feijó Borges
Resumo: A compra de editoras menores por grupos editoriais e a chegada de grupos estrangeiros para atuar no mercado do livro no Brasil são fenômenos recentes observados no atual cenário editorial brasileiro, mas que ainda não possuem um estudo aprofundado. Nesse sentido, este trabalho visa investigar esses fenômenos e apresentar as possíveis implicações culturais no que tange à oferta de títulos, isto é, à biblio diversidade. Observa-se que a concentração de editoras em empresas genéricas de comunicação também afeta a natureza do trabalho do editor. A partir de pesquisa bibliográfica e entrevistas, é traçado um panorama dos principais grupos editorias que atuam internacionalmente, bem como das principais aquisições de editoras no Brasil.
Palavras-chave: Produção editorial
Mercado editorial
Joint venture
Concentração de mercado
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 21-Set-2009
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: VIEIRA, Taynée Mendes. A edição sem editores: os riscos culturais da concentração empresarial em editoras de livros. 2009. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Produção Editorial) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.
URI: http://hdl.handle.net/11422/320
Aparece nas coleções:Comunicação - Produção editorial

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia_final.pdf327,17 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.