Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/425
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Saudade, uma palavra portuguesa
Autor(es)/Inventor(es): Lessa, Daniel Santos
Orientador: Lissovsky, Mauricio
Resumo: Documentário com o objetivo de resgatar e documentar as histórias dos imigrantes portugueses que chegaram à cidade do Rio de Janeiro nas décadas de 40 e 50 e acabaram por se fixar na cidade. O documentário tem como fio condutor a palavra saudade, existente apenas na língua portuguesa. Gravado no formato Míni-DV e editado em ilha de edição digital, o documentário conta apenas com entrevistas dos personagens e cenas de apoio, sempre com o mínimo de interferência possível do entrevistador. O intuito do trabalho é mostrar em que condições esses imigrantes chegaram ao Brasil e os motivos que os levaram a deixar a terra natal. Além disso, mostrar como se deu a adaptação ao Rio de Janeiro, as relações desses imigrantes com a sua cidade de origem e com os parentes que permaneceram em Portugal, e também a relação com os brasileiros e com os próprios portugueses que encontraram em solo carioca.
Palavras-chave: Produção Audiovisual
Documentário
Imigração
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 13-Dez-2007
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: LESSA, Daniel Santos. Saudade, uma palavra portuguesa. 2007. 33 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação – Habilitação em Radialismo) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.
URI: http://hdl.handle.net/11422/425
Aparece nas coleções:Comunicação - Radialismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Relatorio Técnico Saudade.pdf290,88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.