Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/553
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Controle do feminino na mídia: uma proposta sobre síndrome de Estocolmo
Autor(es)/Inventor(es): Yonamine, Bianca
Orientador: Sovik, Liv Rebecca
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre as formas de controle do feminino que transparecem nas mídias e que permeiam a sociedade contemporânea. A motivação é compreender quais as razões que levam os oprimidos a adotarem e corroborar o discurso hegemônico. A partir de uma proposta de que as mulheres podem sofrer de uma síndrome de Estocolmo generalizada na sociedade patriarcal, os fundamentos teóricos de controle e poder incorporados na sociedade são analisados. Então refletimos sobre como funciona essa síndrome, esmiuçando seu histórico e sua utilização pela mídia, e quais são os mecanismos de sobrevivência que atuam em uma pessoa dentro de um contexto de opressão, seja ela física, como em sequestros, seja na forma análoga, como uma sociedade de controle. A observação de casos midiáticos contemporâneos ajudará a elucidar de que forma o controle do feminino pode ser fundamental para a lógica de consumo.
Palavras-chave: Mídia
Feminismo
Consumo
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 10-Mar-2016
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: YONAMINE, Bianca. Controle do feminino na mídia: uma proposta sobre síndrome de Estocolmo. 2016. 72f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.
URI: http://hdl.handle.net/11422/553
Aparece nas coleções:Comunicação - Radialismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Controle do Feminino - Bianca Yonamine Aprovado.pdf1,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.