Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10936
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: O MATOPIBA e as comunidades camponesas: contradições e invisibilidade
Author(s)/Inventor(s): Barreto, Elizete Carvalho Fagundes
Advisor: Dal Moro, Maristela
Abstract: Este trabalho faz uma reflexão acerca do agronegócio, suas leis, sua origem e sua importância para o sistema de produção capitalista, como se consolidou no território brasileiro, e, especialmente como vem ganhando força na contemporaneidade, no bioma cerrado da região Nordeste e parte do cerrado da região Norte, com a implementação do Plano de Desenvolvimento Agropecuário para a região que foi denominada de MATOPIBA, denominação criada usando as primeiras letras dos Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, Estados que estão inseridos nesse programa. Pretende-se tratar quais os impactos desse Programa no extremo Oeste do Estado da Bahia e como este vem ampliando ainda mais os conflitos com as comunidades tradicionais de Fechos de Pastos. Busca fazer uma reflexão, de que tipo de desenvolvimento o Estado brasileiro, capturado pelo capital, tem imposto aos povos, sobretudo, aos nordestinos, sua intencionalidade, a quem beneficia e como ficam as populações afetadas por este modelo. Deste modo, este estudo busca resgatar elementos históricos, que incidem na formação do que hoje está sendo proposto para as comunidades Tradicionais de Fechos de Pastos, e para o campesinato como um todo e como a proposta ameaça a vida e o território das comunidades camponesas que existem nas áreas do bioma cerrado dos Estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.
Keywords: Capitalismo
Agronegócio
Questão agrária
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO
Production unit: Escola de Serviço Social
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2016
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: BARRETO, Elizete Carvalho Fagundes. O MATOPIBA e as comunidades camponesas: contradições e invisibilidade. 2016. 96 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ECFBarreto.pdf941,21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.