Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11005
Type: Dissertação
Title: Diagnóstico situacional das unidades de informação de universidades governamentais brasileiras em relação aos produtos e serviços do IBGE
Author(s)/Inventor(s): Allevato, Sonia Regina
Advisor: Christovao, Heloisa Tardin
Abstract: Estudo realizado nas unidades de informação de universidades governamentais brasileiras, cuja áreas de especialização são as Ciências Sociais e as Geociências, para diagnosticar a situação brasileira quanto ao acesso aos produtos e serviços do IBGE. Utilizou-se questionário estruturado, no qual empregou-se a técnica do incidente critico. Os resultados evidenciam que do total de unidades pesquisadas, uma parcela pequena não e usuária do IBGE. O principal fator explicativo do não uso aponta para a falta de demanda dos seus usuários finais. A informação em suporte impresso concentra a maior incidência de uso e a disponível no acervo magnético, em geral, e desconhecida pela maioria. A falta de divulgação dos produtos e serviços do IBGE e o principal fator que dificulta o seu acesso e uso, demonstrando a pouca visibilidade da Instituição como um todo. A percepção das necessidades dos usuários finais não foi definida de forma significativa pelas unidades de informação. O atendimento, em geral, foi considerado bom. As bibliotecas da Rede do IBGE mais utilizadas são o Departamento de Documentação e Biblioteca (DEDOC), do Rio de Janeiro, e as unidades estaduais. Os resultados deste estudo indicam a necessidade de reformulação da política de disseminação do IBGE junto as unidades de informação universitária.
Abstract: A study undertaken of the Social Sciences and Geosciences libraries of the Brazilian governmental universities, analysing their access to the products and services of IBGE. A structured questionnaire was used employing the critical incidenttechnique. The results showed that a minority of the population researched do not use the products and services of IBGE. the main reason for this is the lack ofdemand of their end users. Information in printed form manifests the largest incidence of use, whereas that available in electronic form is largely unknown. Thelack of dissemination of IBGE's products and services is, in general, the major detriment in identifying their accessibility and utilization, underlying the institution's low visibility as a whole. The perception of the needs of the end users was not clearly defined by the libraires. IBGE was rated positively in attending to the requests of the libraries. The most frequently used libraries of the IBGE network are the main library in Rio de Janeiro and those in the state capitals. The results of this study indicate the need for a reformulation of IBGE's dissemination policy related to university libraries.
Keywords: Bibliotecas universitárias
Serviços de informação
Acesso à informação
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO
Program: Pós-Graduação em Ciência da Informação
Department : Escola de Comunicação
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 1992
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Ciência da Informação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
276918.pdf11,59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.