Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11951
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Carolina Machado Cyrillo da-
dc.contributor.authorSouza, Neyllon Rangel de-
dc.date.accessioned2020-04-22T18:14:32Z-
dc.date.available2020-04-24T03:00:23Z-
dc.date.issued2016-12-
dc.identifier.citationSOUZA, Neyllon Rangel de. Neoconstitucionalismo e novo constitucionalismo sulamericano: cotejo entre os paradigmas brasileiro e boliviano de jurisdição constitucional. 2016. 84 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Direito) - Faculdade Nacional de Direito, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/11951-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectNeoconstitucionalismopt_BR
dc.subjectNovo Constitucionalismo Latino-americanopt_BR
dc.subjectJurisdição Constitucionalpt_BR
dc.subjectDireito Comparadopt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectBolíviapt_BR
dc.subjectNeo-constitutionalismpt_BR
dc.subjectNew Latin American Constitutionalismpt_BR
dc.subjectJudicial Reviewpt_BR
dc.subjectComparative Lawpt_BR
dc.titleNeoconstitucionalismo e novo constitucionalismo sulamericano: cotejo entre os paradigmas brasileiro e boliviano de jurisdição constitucionalpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0095771869278241pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5872341808906793pt_BR
dc.contributor.referee1Vieira, José Ribas-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7976161481295330pt_BR
dc.contributor.referee2Jorge, Leonardo Carrilho-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8936630253748095pt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho almeja esclarecer o desenvolvimento dos institutos de jurisdição constitucional no âmbito do processo constitucional em países vizinhos, quais sejam, Brasil e Bolívia. Os quais, apesar de terem sofrido um intenso e cruel processo de colonização, apresentam atualmente o maior e menor desenvolvimento econômico e social da América do Sul, respectivamente. O que aqui se propõe, portanto, é um exercício de cotejo normativo entre seus paradigmas legais e teórico-filosóficos, representativos de dois fenômenos da moderna teoria constitucional entre países que filiam-se à família da tradição romano-germânica do Direito, quais sejam, o “Neoconstitucionalismo”, no Brasil e o “Novo Constitucionalismo Latino-americano”, na Bolívia. Outrossim, ao analisar o desenvolvimento da jurisdição constitucional no direito comparado busca-se contribuir para o aperfeiçoamento das instituições político-jurídicas de ambos os países e fortalece o desenvolvimento da dialética constitucional.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade Nacional de Direitopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO::DIREITO PUBLICO::DIREITO CONSTITUCIONALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NRSouza.pdf552.53 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.