Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1309
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorStrozenberg, Ilana-
dc.contributor.authorPinheiro, Luiz Arruda de Araújo-
dc.date.accessioned2017-01-24T17:46:03Z-
dc.date.available2017-01-26T03:00:16Z-
dc.date.issued2007-10-24-
dc.identifier.citationPINHEIRO, Luiz Arruda de Araújo. As marcas visuais da Feira de São Cristóvão; a relação entre global e local. 2007. 103 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1309-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMarcapt_BR
dc.subjectVisualpt_BR
dc.subjectHibridismo culturalpt_BR
dc.subjectFeira de São Cristóvãopt_BR
dc.titleAs marcas visuais da feira de São Cristóvão: a relação entre global e localpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0352176322106482pt_BR
dc.contributor.referee1Cardoso, Monica Machado-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3192570587798184pt_BR
dc.contributor.referee2Silva Júnior, Amaury Fernandes da-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/4122556035502006pt_BR
dc.description.resumoA partir da análise das marcas visuais da Feira de São Cristóvão - atualmente denominada Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas - o trabalho aponta para a evidência, nelas, de um hibridismo cultural que, segundo Canclini, é característica típica da contemporaneidade e do processo de globalização. As expressões dessa cultura híbrida são investigadas através de entrevistas em profundidade e de registros fotográficos realizados ao longo da pesquisa. As “cenas híbridas” capturadas apresentam marcas visuais tanto do local quanto do global, considerando-se, como local, a tradição regional nordestina, e, como globais, os elementos que pertencem a um repertório facilmente decodificado no Brasil e em outros lugares do planeta. Os dois aspectos coexistem no espaço da Feira, onde se misturam sem se esgotarem. Produz-se, assim, uma identidade híbrida que não é a mera síntese de seus componentes iniciais, pois possui características próprias que podem ser percebidas em uma visita ao Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Publicidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LPinheiro.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.