Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4347
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Caracterização tecnológica de minério de níquel laterítico
Autor(es)/Inventor(es): Brandão, Bruno Barros
Orientador: Polivanov, Helena
Coorientador: Neumann, Reiner
Resumo: O presente trabalho teve como objetivo a caracterização de duas amostras de minério laterítico de níquel. O minério denominado SAP-Mg representa amostras de um minério laterítico silicatado argiloso contendo cerca de 2,85% de NiO, enquanto que a SAP-Fe representa amostras de um minério laterítico oxidado com teor de NiO de 1,72%. Na primeira etapa do trabalho a fração fina (-53 μm) das amostras passou por uma separação magnética via úmida em 4 diferentes campos magnéticos de ordem crescente: 2,5 kG, 5 kG, 10 kG e 13kG. Na segunda parte do trabalho foi exercido uma caracterização tecnológica dos diferentes produtos magnéticos das amostras SAP-Mg e SAP-Fe, com o objetivo de conhecer a composição química, e as fases portadoras de níquel presentes, com interesse em dar suporte ao desenho do processo de recuperação econômica para este metal. Nas frações da amostra SAP-Fe, minerais do grupo espinélio, tal como nicromita, possuem teores os teores mais elevados, variando entre 9% e 13% de níquel, mas são subordinados à goethita, com teor médio de 2,15% de NiO. Na amostra SAP-Mg, micas com teores de níquel entre 6 a 12%, óxido de manganês com cerca de 22% de níquel, anfibólios com 1,0 a 3,5% de NiO, goethitas com teores médios de 2,4% de NiO, e a fração argila contendo goethita, esmectita e clorita/esmectita interestratificada com cerca de 3,09% de NiO. Os resultados confirmam a presença de níquel em teores relativamente altos em minerais não convencionais como carreadores desse metal, e provaram que a separação magnética aplicada como metodologia de enriquecimento do níquel para esse tipo de minério se torna inócuo devido a processos de cimentação limonítica na amostra SAP-Fe, e pela dispersão de NiO por vários carreadores diferentes, no caso da SAP-Mg.
Palavras-chave: Minério de níquel
Níquel laterítico
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Mar-2008
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4347
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BRANDAO, B. B.pdf6,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.