Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4465
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Avaliação da ação de extratos naturais na estabilidade oxidativa do biodiesel de óleo de fritura
Author(s)/Inventor(s): Santos, Juliana Meneguete dos
Advisor: D’Elia, Eliane
Abstract: O biodiesel é um combustível biodegradável derivado de fontes renováveis como óleos vegetais e gorduras animais, considerado uma excelente alternativa para substituição total ou parcial do diesel de petróleo. Durante a estocagem, o produto fica suscetível a processos de oxidação e, portanto necessita da adição de substâncias que retardem essas reações. Este trabalho teve como objetivo principal avaliar a ação antioxidante de alguns extratos aquosos e etanólicos de produtos naturais no biodiesel B100 produzido a partir do óleo de fritura doméstico. Os ensaios de estabilidade oxidativa foram realizados pelo método do Rancimat na temperatura de 110 °C. Nenhum dos extratos aquosos foi solúvel no biodiesel, portanto não puderam ser testados. Foram avaliados os extratos etanólicos do farelo de soja, café-arábica torrado, café-arábica verde, casca de café-arábica, cevada, casca de cebola, casca de alho, carqueja, erva mate, urucum e resíduo da viticultura para vinificação em branco (bagaço e engaço de uvas tintas), para efeito de comparação, foi utilizado o antioxidante sintético (TBHQ) terc-butil-hidroquinona. O TBHQ, em concentração de 3000 ppm, confere 7,4 h de estabilidade oxidativa. Com exceção do extrato de casca de alho, todos os demais aumentaram a estabilidade à oxidação em concentração de 5000 ppm no biodiesel. Os melhores resultados foram de 3,7 h e 4,7 h, da carqueja e casca de cebola, respectivamente. Em concentração de 10000 ppm houve o aumento para 4,1 h e 5,1 h desses dois extratos, respectivamente. O aumento da temperatura para 70 °C no processo de extração do chá de carqueja e da casca de cebola fez diminuir a ação antioxidante dos extratos, provavelmente devido à degradação de alguns compostos importantes. Os resultados indicam o extrato etanólico da casca de cebola, produzido em temperatura ambiente, como o mais eficiente antioxidante para o biodiesel.
Keywords: Biodiesel
Oxidação
Extratos naturais
Óleo de cozinha
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA INORGANICA
Production unit: Instituto de Química
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Feb-2016
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JULIANA MENEGUETE DOS SANTOS-min.pdf403,84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.