Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4819
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: A mobilidade intergeracional educacional no Brasil e o papel da mãe, 1996-2014.
Autor(es)/Inventor(es): Lopes, Marina Braga Goulart
Orientador: Pero, Valéria Lúcia
Resumo: Este trabalho atualiza os resultados dos estudos de mobilidade intergeracional de educação no Brasil, dando luz à hipótese da relevância do papel da mãe, bem como o do pai, na escolaridade dos filhos. A análise é realizada a partir de um estudo discricionário (GAER & MARTINEZ, 2001) dos dados de escolaridade, com base na metodologia usada em Ferreira e Veloso (2003), comparando os dados dos suplementos das PNADs de 1996 e de 2014. Além disso, foram realizados testes para três modelos de mobilidade intergeracional da literatura: o Modelo Convencional, o Modelo de Dominância Modificado e o Modelo baseado no parente de mesmo sexo (Sex-role Model). A partir da análise dos resultados, o Modelo baseado na maior transmissão a partir do parente do mesmo sexo foi rejeitado e o Modelo Convencional foi superado pelo Modelo de Dominância Modificado, que mostrou resultados significativos, tendo se adequado melhor aos dados
Palavras-chave: Mobilidade social
Estratificação educacional
Mobilidade intergeracional
Educação - Brasil
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Set-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4819
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia Marina Braga Goulart Lopes.pdf2,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.