Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4962
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorHerschmann, Micael Maiolino-
dc.contributor.authorCarreiro, Thaís de Carvalho-
dc.date.accessioned2018-09-12T19:38:18Z-
dc.date.available2018-09-14T03:00:10Z-
dc.date.issued2014-12-05-
dc.identifier.citationCARREIRO, Thais de Carvalho. Nós não precisamos da grande mídia: o papel dos fanzines na divulgação do movimento punk de São Paulo no início dos anos 80. 2014. 107 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4962-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPunkspt_BR
dc.subjectAspectos sociaispt_BR
dc.subjectAspectos culturaispt_BR
dc.titleNós não precisamos da grande mídia: o papel dos fanzines na divulgação do movimento punk de São Paulo no início dos anos 80pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8285658527971096pt_BR
dc.contributor.referee1Luz, Cristina Rego Monteiro da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9845102367219960pt_BR
dc.contributor.referee2Costa, Cristiane Henriques-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8352428563251145pt_BR
dc.description.resumoParte-se do pressuposto neste trabalho que o movimento Punk reconheceu nos fanzines um parceiro para sua disseminação e reconhecimento mundial nos meados dos anos 70, com a atuação do gênero no Reino Unido. No espírito do Faça Você Mesmo (em inglês, Do It Yourself ), a união da datilografia, recortes e colagens foi uma das formas que o gênero que chacoalhou o mundo da música com a ruptura de padrões da época encontrou para se expressar. A cultura dos fanzines fez a cena rodar com a divulgação de bandas, shows e moda. Os fãs saíram do exclusivo e limitado papel de consumidor e passam a estar diretamente envolvidos com o movimento, assumindo o papel ativo de produção de conteúdo mesmo que não estivesse envolvido propriamente com a cena – embrião da Internet colaborativa que é atual terreno dos fanzines.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCarreiro.pdf14.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.