Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/6276
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAlves, Alexandre Ferreira de Assumpção-
dc.contributor.authorScotto, Gabriella Centurione-
dc.date.accessioned2019-01-29T17:51:54Z-
dc.date.available2019-01-31T02:00:17Z-
dc.date.issued2017-12-
dc.identifier.citationSCOTTO, Gabriella Centurione. Cláusula knock for knock na indústria de petróleo e gás. 2017. 64 f. TCC (Graduação) - Curso de Direito, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/6276-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectOperaçõespt_BR
dc.subjectExploraçãopt_BR
dc.subjectPetróleopt_BR
dc.subjectGáspt_BR
dc.subjectMarpt_BR
dc.subjectDanospt_BR
dc.subjectCompanhiaspt_BR
dc.subjectIndustriapt_BR
dc.subjectCláusulapt_BR
dc.subjectKnock for Knockpt_BR
dc.subjectAcordopt_BR
dc.subjectInsençãopt_BR
dc.subjectResponsabilidadept_BR
dc.subjectOperationspt_BR
dc.subjectExplorationpt_BR
dc.subjectOilpt_BR
dc.subjectOffshorept_BR
dc.subjectDamagespt_BR
dc.subjectCompaniespt_BR
dc.subjectIndustrypt_BR
dc.subjectClausept_BR
dc.subjectAgreementpt_BR
dc.subjectHarmlesspt_BR
dc.subjectResponsabilitypt_BR
dc.titleCláusula knock for knock na indústria de petróleo e gáspt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4600525837414056pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7026351531146109pt_BR
dc.description.resumoComo os prejuízos advindos dos acidentes decorrentes das operações de petróleo e gás no mar eram incalculáveis e em sua maioria gigantescos, a indústria precisou desenvolver um mecanismo que dirimisse e previsse os possíveis danos provenientes da exploração de petróleo e gás no mar, levando em consideração todo alto custo de equipamento e operação. Como fruto desta necessidade surgiu a cláusula Knock for Knock e posteriormente o Acordo Múltiplo de Isenção de Responsabilidade, ambos com o intuito de limitar a responsabilidade das partes de um contrato, ou seja, cada parte seria responsável somente por seus equipamentos e empregados, independente do agente causador do dano. Por mais que a cláusula tenha virado um padrão na indústria de petróleo e gás, por ser considerada recente, ainda há muitas controvérsias sobre o tema e muitas questões a serem discutidas. Desta forma, o trabalho analisará as formas de aplicabilidade da cláusula Knock for Knock em um cenário brasileiro, como maneira de determinar a alocação de responsabilidade entre as partes, incluindo sua aceitação. Também será examinada a lei de arbitragem, a qual determina que a convenção arbitral pode ter lei distinta da legislação contratual, sendo assim aceita no escopo do contrato, além de apresentar com maior clareza a finalidade, benefícios e malefícios da supramencionada cláusula.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade Nacional de Direitopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO::DIREITO PUBLICO::DIREITO ADMINISTRATIVOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GCScotto.pdf295.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.