Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/9180
Tipo: Relatório
Título: Perfil da pesquisa em finanças no Brasil
Autor(es)/Inventor(es): Leal, Ricardo Pereira Câmara
Oliveira, Jefferson de
Resumo: Este trabalho analisa uma amostra de 462 artigos da área de finanças publicados entre 1974 e 2000 na RAC, RAE, RAUSP, RBE e RBMEC, além de 205 artigos incluídos nos Anais do ENANPAD. A maioria dos artigos é de um único autor. Mais de 70% dos autores publicou apenas um artigo, número maior do que o previsto pela teoria bibliométrica. A produtividade dos autores nacionais está mais concentrada em poucos indivíduos e é mais baixa do que no exterior. Os artigos dos autores que publicaram três ou mais artigos em periódicos têm idade média maior do que a de artigos de autores igualmente prolíficos nos Anais. A maioria dos artigos em periódicos dos autores prolíficos vem da UFRJ, USP e PUC/RJ. O IBMEC aparece bem, mas os artigos estão concentrados na RBMEC, nas décadas de 70 e 80. Já nos Anais, os autores da UFRGS aparecem de forma expressiva junto aos da UFRJ e da PUC/RJ que, juntos, respondem por 79% da produção dos autores com três ou mais artigos publicados nos Anais.
Resumo : Unavailable
Palavras-chave: Finanças -Brasil
Finanças -Produção científica
Working paper
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Unidade produtora: Instituto COPPEAD de Administração
Editora: Universidade Federal do Rio de Janeiro
In: Relatórios COPPEAD
Número: 340
Data de publicação: 2000
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
ISSN: 1518-3335
Citação: LEAL, Ricardo Pereira Câmara; OLIVEIRA, Jefferson de. Perfil da pesquisa em finanças no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ, 2000. (Relatórios COPPEAD, 340).
Aparece nas coleções:Relatórios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RC_340-Comp..pdf74.84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.