Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9637
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCavalcanti, Fernando Celso Uchôa-
dc.contributor.authorBastos, Rodrigo Ruas-
dc.date.accessioned2019-09-18T11:09:16Z-
dc.date.available2019-09-20T03:00:16Z-
dc.date.issued2012-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/9637-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectviga pré-moldadapt_BR
dc.subjectvão de ponte ferroviáriapt_BR
dc.subjectconcreto protendidopt_BR
dc.titleEstudo de viabilidade de uma viga pré-moldada de ponte ferroviária de 40 metros de vão para treliças lançadoras com capacidade de 1600 kNpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorCo1Diaz, Benjamin Ernani-
dc.contributor.referee1Reis, Francisco José Costa-
dc.description.resumoDesde os anos 80, os projetos de pontes ferroviárias com vigas protendidas pré-moldadas têm seus vãos limitados em valores próximos de 30 metros. Em 2011, BARREIRA [2] mostrou que, com os aumentos obtidos na resistência dos materiais concreto e aço ocorridos com o tempo, vãos de 36 metros são possíveis, com o peso próprio da viga continuando a não ultrapassar a capacidade das treliças lançadoras do mercado brasileiro, que é de 1200 kN. Sabe-se, no entanto, que já foram desenvolvidas, em âmbito mundial, novas treliças com capacidade de 1600 kN. Este projeto de graduação tem como objetivo estudar o aumento no vão de pontes ferroviárias, limitando-se o peso próprio de cada viga em 1600 kN e utilizando-se os avanços no aumento da resistência do concreto e do aço de protensão. Aqui, analisaremos a possibilidade de pontes com 40 metros de vão. Essa alternativa pode contribuir para a redução do custo de construção de pontes ferroviárias no País. Utilizando o trem tipo TB-360, da NBR 7189, foram examinadas duas alternativas com relações altura/vão de 1/12 e 1/11. Para essas soluções, foram desenvolvidos modelos computacionais para obtenção dos esforços solicitantes. A partir destes resultados, foi feito o posicionamento dos cabos, o dimensionamento e a verificação às tensões na estrutura. Ao final, foi analisada uma situação em que a ponte encontra-se em um trecho de curva da ferrovia.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVILpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Mecânica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10006808.pdf5.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.