Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/8485
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Celebridades e morte: um estudo sobre o sucesso póstumo de Michael Jackson
Author(s)/Inventor(s): Silva, Roberta Monção Soares de Melo e
Advisor: Costa, Tatiane Cruz Leal
Abstract: Estuda os processos que possibilitam o sucesso póstumo de artistas da indústria fonográfica, bem como o consumo de conteúdo produzido após a morte, com foco no caso do cantor Michael Jackson. Para tal, foi feita uma revisão da literatura abrangendo estudos sobre celebridades e transformações nas concepções históricas sobre a morte. No primeiro capítulo o tema é abordado à luz de teorias sobre cultura de celebridades, com destaque para os trabalhos de Tom Mole (2007), Paul Hollander (2011) e Graeme Turner (2004). O objetivo é desmistificar os processos por trás do atual consumo ávido de celebridades, relacionando-o com questões históricas e sociais, além de situar o lugar ocupado por Jackson enquanto indivíduo célebre. No segundo capítulo, o foco são as concepções de morte que possibilitam o interesse por conteúdo póstumo de cantores, com destaque para os trabalhos de Renata Rezende Ribeiro (2009) e de Letícia Cantarela Matheus e Eliane Tadeu da Silva Belleza (2016). As formas de lidar com a morte advindas da Idade Média e da Modernidade têm suas consequências nos tempos atuais analisadas, de forma a embasar um interesse tão grande pelo pós-morte de artistas. Por fim, no terceiro capítulo são analisadas as principais produções póstumas de Jackson, a citar o longa-metragem Michael Jackson’s This Is It (2009) e seus três álbuns póstumos Michael (2010), Xscape (2014) e Scream (2017), com foco no primeiro disco. Neste capítulo final o objetivo é definir em que consiste o conteúdo póstumo de um cantor e suas diferenças em relação à produção em vida do artista. Conclui-se então que a possibilidade de criar laços com os mortos no espaço midiático, o chamado “além” contemporâneo de Ribeiro (2009), a presença de uma forte cultura de celebridades e a busca por entender melhor a morte tomam forma e se relacionam no consumo póstumo de cantores, tendo como espaços os meios diversos nos quais o trabalho do artista continua a circular. Além disso chega-se à conclusão de que a produção póstuma limita o funcionamento do tripé indivíduo-indústria-fã de Mole (2007), expondo o componente da indústria e, por fim, conclui-se que neste tipo de conteúdo a autenticidade é o principal atrativo em detrimento da qualidade do trabalho.
Keywords: Indústria fonográfica
Jackson, Michael
Música
Consumo
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDA
Department : Escola de comunicação
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 5-Jul-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: SILVA, Roberta Monção Soares de Melo e. Celebridades e morte: um estudo sobre o sucesso póstumo de Michael Jackson. Rio de Janeiro, 2018. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.
URI: http://hdl.handle.net/11422/8485
Appears in Collections:Comunicação - Publicidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RSilva.pdf655,37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.