Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9833
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Mauro Osório da-
dc.contributor.authorTaboza, Cleber Fernandes-
dc.date.accessioned2019-09-26T16:51:58Z-
dc.date.available2019-09-28T03:00:16Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.citationTABOZA, Cleber Fernandes. Regulação bancária: o papel do direito na prevenção de crises. 2008. 71 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Direito) - Faculdade Nacional de Direito, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/9833-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectRegulaçãopt_BR
dc.subjectCrise Financeirapt_BR
dc.subjectSeguro-garantiapt_BR
dc.subjectBancospt_BR
dc.subjectBanco Centralpt_BR
dc.subjectConselho Monetário Nacionalpt_BR
dc.subjectSubprimept_BR
dc.subjectRegulação Prudencialpt_BR
dc.subjectEmprestador de Última Instânciapt_BR
dc.subjectSistema Financeiro Nacionalpt_BR
dc.subjectRegulationpt_BR
dc.subjectFinancial crisispt_BR
dc.subjectBankspt_BR
dc.subjectPrudential Regulationpt_BR
dc.subjectLender of last instancept_BR
dc.subjectNational Financial Systempt_BR
dc.titleRegulação bancária: o papel do direito na prevenção de crisespt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9409989097664558pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2707912054075036pt_BR
dc.description.resumoAnalisam-se questões relevantes envolvendo a regulação das instituições financeiras, com enfoque no papel preventivo que o Direito pode e deve desempenhar em relação às crises financeiras, como a que está em curso desde o segundo semestre de 2007. Para melhor compreensão do tema, a primeira parte volta-se à análise da estrutura do Sistema Financeiro Nacional, com destaque para os reguladores deste sistema, o Conselho Monetário Nacional e o Banco Central do Brasil. A segunda parte volta-se à análise do que é uma crise bancária, dos motivos do seu início e de como ela se desenvolve. A terceira parte, que pode ser considerada o núcleo do trabalho (englobando os capítulos três a seis), dedica-se à regulação bancária propriamente dita, que inclui a regulação prudencial, o seguro-garantia de créditos bancários e a função do Banco Central como emprestador de última instância; além disso, neste ponto também são tecidas algumas críticas a essa tríade. Por fim, chega-se à última parte do trabalho, onde se comenta sobre a crise imobiliária que se transformou numa crise financeira mundial tão profunda que é apontada como a pior desde a Grande Depressão; ainda nesta parte é feita a conclusão, com a reiteração das opiniões emitidas ao longo do texto.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade Nacional de Direitopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO::DIREITO PRIVADO::DIREITO COMERCIALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CFTaboza.pdf398.58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.